menu Menu
6 artigos na categoria
Ensaio
Página anterior Próxima página

A problemática de Deus em José Saramago

Caim ou a natureza de deus Caim (2009), o último romance publicado em vida do autor, um pequeno volume mas singular e precioso por nele Saramago exprimir de um modo absoluto e transparente a sua visão do mundo e a sua oficina de escrita. Caim é igualmente o cúmulo da “fase da pedra”, iniciada em […]

Continuar leitura


Ensaio sobre O Livro de Horas de Rilke

O vôo onírico de Rilke em O Livro de Horas                                                                                                                                     «Aqui está um homem que decidiu ser um                                                                                    guerreiro solitário do poema.»                                                                                                    Rainer Maria Rilke [1]              A trilogia, que constitui O Livro de Horas[2], de Rainer Maria Rilke, consolida a viagem espiritual de Rilke, a par da maturidade poética, já bem visível em […]

Continuar leitura


Ensaio sobre a poesia italiana contemporânea

                  Addentrarsi nella poesia italiana contemporanea (2000-2020)                                               Una prospettiva insulare Sono nato nel 1993 in un’isola, la Sardegna, una terra con un’identità, una cultura e una lingua piuttosto peculiari e lontane per diversi aspetti dall’italianità. Mi colpì molto il saggio di  Károly Kerényi, intitolato Il mitologema dell’esistenza atemporale nell’antica Sardegna, in cui riprendendo alcuni miti sardi, tramandatici […]

Continuar leitura


Um ensaio sobre a poesia de Inês Lourenço

                              SEM MUSA E SEM REDENÇÃO:                              A POESIA DE INÊS LOURENÇO                                                                                «Emudecer o afe[c]to português?                                                                               Amputar a consoante que anima                                                                                                        a vibração exa[cta]                                                                                                    do abraço, a urgência                                                                                      tá[c]til do beijo? Eu não nasci                                                                           nos Trópicos; preciso desta interna                                                                              consoante para iluminar a névoa                                                                                               do meu dile[c]to norte.»                            Inês Lourenço, in Coisas que nunca, & etc., Lisboa, 2010, p.43.                                                                           «I have let things slip, […]

Continuar leitura


Um ensaio (Literatura)

O silêncio de uma ferida se abrindo O texto que em seguida compartilho com vocês foi lido na última edição do Raias Poéticas, cujo tema da mesa, sugerido pelo Luís Serguilha, era: A literatura acontece em começos ininterruptos. Confesso que depois de mais de 20 anos de escolarização desenvolvi uma desobediência estratégica contra os problemas […]

Continuar leitura


Raul Bopp e o modernismo no Rio Grande Do Sul

        Grande parte dos trabalhos que se dedicam a analisar a obra de Raul Bopp (1898-1984), mencionam o fato do poeta ter nascido no Rio Grande do Sul, episodicamente. Isto é, todos dizem que o poeta nasceu na Vila Pinhal, município de Santa Maria, perto de Tupanciretã, no ano de 1898; nessa última cidade passou a […]

Continuar leitura



Página anterior Próxima página

keyboard_arrow_up