menu Menu
12 artigos na categoria
Contos
Página anterior Próxima página

Só de pensar nela (Conto)

Só de pensar nela — Volta-te para mim — pediu ela. Ele girou na cama, tomando consciência do colchão duro, dos lençóis leves, do corpo pesado, o seu, subitamente desperto e consciente do outro corpo ao seu lado. — Abraça-me — pediu ela. Tinha uma voz rouca e falava muito baixo. Cheirava a animal marinho. […]

Continuar leitura


Três objetivos de um escritor (conto)

Três objectivos de um escritor Confesso-vos que o meu primeiro objectivo como escritor foi melhorar o meu tipo de letra, e essa secreta intenção de imitar uma escritora famosa cujo tipo de letra invejava. Em parte, alcancei-o sem nunca me libertar, desde logo, de um ligeiro traço de infância na minha escrita, uma irregular tendência […]

Continuar leitura


Notas sobre Drummond de Andrade, Manuel Bandeira e Szymborska (Ensaio)

PERGUNTA, LENTIDÃO E DIFERENÇA: Algumas notas sobre Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira e Wislawa Szymborska Uma poética que vai tão radicalmente ao fundo como a de Carlos Drummond de Andrade, é invariavelmente uma poética do risco, na dupla aceção da palavra, que enfrenta um perigo, mas que também o é a de um traço […]

Continuar leitura


Vale das Corujas (Conto)

  Não importa se Deus existe ou não, mas como ele goza. Jacques Lacan                                                                                     […]

Continuar leitura


Asas Devoradas por Hienas (Conto)

A escassa argúcia dos antepassados não se revelava nas atitudes, pensamentos e vontades de Domitila. Por oposição ao pai, ateu sem qualquer temor a Deus, Domitila desde pequena encontrara na religião o melhor formato onde deter medos e inseguranças surgidas na escuridão da infância. Estabelecera entre a alma e o Céu um caminho eterno a […]

Continuar leitura


O além é aqui ao lado (Conto)

As cinco horas da manhã não são propriamente o momento ideal para recebermos visitas ou, ainda mais estranho, para que se nos depare um forasteiro cirandando ao longo do corredor, contudo, depois de ter espreitado pela porta do meu quarto, foi com esta última alternativa que me deparei. Um homem, com mais de sessenta anos, […]

Continuar leitura


A agonia da rainha Ginga (Conto)

No fim de tudo procura-se a voz do início. A Agonia da Rainha Ginga   Daqui a umas horas amanhece. Há muitas noites que sinto a morte a roçar-me as costas. Os feiticeiros já só discutem o tempo que me resta viver. As horas que existem são uma constante espera pelo próximo surto de dores. […]

Continuar leitura


Para arder até ao fim (Conto)

Para arder até ao fim   De dia, pernoitávamos em pequenos motéis, esquecidos entre as montanhas, longe de tudo. Só viajámos de noite, quando soprava a frescura. Apenas o vento e a escuridão da estrada, serpenteando entre as montanhas, nos faziam companhia, à medida que o automóvel engolia sofregamente os traços brancos do asfalto. Para […]

Continuar leitura


Um conto inédito

                                                               os porcos Um grupo de porcos domésticos ficou assustado com o som de armas vindo algures da floresta e agitou-se em tumulto. Eles quebraram desajeitadamente a cerca com as cabeças e fugiram da casa solitária de madeira carcomida, situada à entrada da floresta, indo em direção ao rio, mas caíram no caminho. Nas brechas de […]

Continuar leitura


Um conto inédito

              Uma certa tensão sexual ou o parlapié do porco Há mais de quatro anos que não lanço um piropo. Desde que saiu aquela lei que proíbe um gajo de se meter com as miúdas. Nunca percebi qual é o problema, posso assegurar que a minha fraca criatividade nunca ofendeu ninguém. Sempre me limitei […]

Continuar leitura


Um conto inédito

                                                            o vestido                                                                                                                       para a R. D. A encomenda chegou a meio da manhã. Foi por acaso que a recebeu, já que a essa hora costumava estar a despachar relatórios, a analisar projetos, afundada num sem número de burocracias em forma de papel. Mas nessa noite dormira mal, sonhos agitados e decidira ir mais tarde para […]

Continuar leitura


"FUELLE"  um conto de

FUELLE Cada vez que lo cuento es como si acabara de ocurrir, tan viva regresa a mi memoria aquella noche. Y los gestos y las voces de los hombres que la compartíamos. La crudeza del aire era tanta que la oscuridad parecía sólida, un hielo remansado contra el que hubiera que remar para moverse. Hasta […]

Continuar leitura



Página anterior Próxima página

keyboard_arrow_up